Riscos Geológicos do Litoral de Alcobaça – da Légua às Paredes de Vitória

Malhado, A.; Coelho, B.; Frazão, D.; Mash’yanova

Palavras-chave: Litoral de Alcobaça; Erosão costeira; Pressão urbanística.

Este trabalho pretende fazer uma abordagem aos factores que actuam sobre o litoral, potenciadores do processo erosivo, bem como dos vários riscos naturais associados a essa erosão. Este tema reveste-se de particular importância na medida em que, por exemplo, no caso de Portugal, 75% da população habita em cidades do litoral e é responsável por 85% do Produto Interno Bruto, pelo que a erosão das zonas costeiras constitui um problema nos locais onde a ocupação humana não respeita as margens de segurança adequadas. (Figuras 3 e 4) Por outro lado, a extensa ocupação da faixa litoral tem levado a uma degradação da qualidade ambiental a qual, aliada à intensificação e expansão geográfica dos problemas de erosão tem tido impactos negativos sobre sistemas ecológicos extremamente frágeis como são as dunas (Figura 2). O litoral do concelho de Alcobaça, mais concretamente as praias da Légua Vale Furado e Paredes de Vitoria(Figura 1), tem sido alvo de uma pressão urbanística crescente, o que, aliado à intensa erosão costeira e às características geológicas do litoral, condicionará o desenvolvimento sustentável dessa região. O trabalho compreenderá uma abordagem à dinâmica costeira que integra os factores de erosão, nomeadamente as ondas do mar, a deriva litoral e as correntes litorais.

A erosão costeira acontece sempre que o mar avança sobre terra e mede-se em termos de taxa de recuo médio ao longo de um período suficientemente longo, de forma a eliminar a influência do estado do tempo, de tempestades e dos movimentos locais de transporte sedimentar. Toda a zona do litoral está sujeita a uma grande mobilidade dos seus conteúdos sedimentar e morfológico, mobilidade essa que ocorre de forma mais intensa nas praias. O litoral em estudo abrange regiões com contextos geomorfológicos diferentes, encontrando-se sujeito a uma intensa erosão e a uma crescente pressão urbanística.

Concluindo constata-se que existem inúmeros factores potenciadores de erosão da região costeira, nomeadamente a energia mecânica das ondas do mar, das correntes e das marés, bem como a pressão urbanística, e a destruição das dunas. Foram observadas habitações que estão em perigo devido ao facto de os materiais rochosos onde estão implantadas não serem muito consolidados. Se considerarmos, também, que, com as alterações climáticas decorrentes do impacte humano nos diferentes subsistemas terrestres, a tendência será a elevação do nível médio da água do mar, facilmente compreenderemos que a erosão da faixa litoral se irá agravar no futuro próximo. A zona litoral constitui um importante recurso natural tanto como espaço de lazer, como fonte geradora de riqueza. No entanto, trata-se de um recurso não renovável à escala humana e, em Portugal, a sua gestão caracteriza-se por uma degradação contínua. Torna-se, assim, de extrema importância fazer cumprir a legislação vigente.

Bibliografia :

Andrade, C. (1998) – Dinâmica, erosão e conservação das zonas de praia. Expo’98, Lisboa. pp 11 – 47.
Carter, R. (1988) Coastal Environments. An introduction to the physical, ecological and cultural systems of coastlines. Academic Press. Pp 1 – 23; 245 – 279; 487 – 559.
Open University (1989) Waves, tides and shallow water processes. Pergamon, pp. 95 109.
Santos, F.D., Forbes, K. & Moita, R. (editores) (2002) – Climate Change in Portugal. Scenarios, Impacts and Adaptation Measures. Gradiva, Lisboa. pp 15 – 21; 175 – 219.
Silva, A.; Santos, M.; Gramaxo, F.; Mesquita, A.; Baldaia, L. & Félix, J. (2004 e 2008). Terra, Universo de Vida – 2ª parte – Geologia. Biologia e Geologia – 11º Ano. Porto Editora.
http://europa.eu.int/comm/environment/iczm/home.htm#coast
http://www.tulane.edu/~sanelson/geol204/coastalzones.htm
http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1219171&idCanal=96
http://www.grida.no/climate/ipcc_tar/wg2/292.htm#641
http://www.soszonacosteira.hpg.ig.com.br/
http://www.ajc.pt/cienciaj/n29/geologia.php
http://www.earth.google.com

Anúncios
Comments
One Response to “Riscos Geológicos do Litoral de Alcobaça – da Légua às Paredes de Vitória”
  1. Pedro diz:

    Exceptional items right here. I am willing to seem your article. Thanks a great deal and I’m writing about forward to touch a person. Can you you should fall me a e-mail?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: