Meteorização do dolerito do castelo de Leiria: implicações na cidade

Figura 5 - Vertente norte do Castelo de Leiria.

Guilherme, J.; Santos, R.; Ferreira, S.

Palavra-chave: Meteorização; Movimentos de massa; Risco geológico; Castelo de Leiria

A cidade de Leiria localiza-se no centro do país (Fig.1), no distrito e concelho com o mesmo nome.

Morfologicamente, a região de Leiria é caracterizada por extensas zonas planas e pequenas elevações que pouco ultrapassam os 400 metros(Fig.2). A cidade de Leiria desenvolve-se sobre uma estrutura anticlinal diapiríca, associada a processos de halocinese, alongada segundo NE-SW que se desenvolveu ao longo do grande alinhamento estrutural Pombal-Leiria-Caldas da Rainha, também de orientação geral NE-SW. Nos flancos desta estrutura ocorrem formações jurássicas, cretácicas e terciárias, afectadas de fortes pendores, especialmente no flanco ocidental, onde as camadas aparecem verticais, ou mesmo invertidas. Trata-se, pois, de um anticlinal de perfil assimétrico, que terá sofrido uma compressão de orientação SE-NW(Fig.3).

O castelo de Leiria (Fig.4) emerge de um morro dolerítico, rodeado por formações hetangianas. O domo do Castelo de Leiria é constituído por uma rocha de dolerito ofítico (Fig.7e 8), bastante alterado. Como elementos essenciais possui plagioclase cálcica (alterada) e augite castanha – pálida ou quase incolor.

No dolerito do castelo a meteorização física é mais evidente no flanco sul e a meteorização química predomina no flanco norte do castelo (Fig.5). Na zona sul observamos blocos destacados do dolerito originados pelas falhas e diaclases existentes (Fig.6 e 9). Estes blocos apresentam alguma instabilidade. Na zona norte observamos uma menor inclinação e evidências de meteorização química mais intensa, provavelmente devido a uma maior humidade resultante de uma menor exposição solar, resultante de uma assimetria norte-sul comuns em climas de influência mediterrânica.

Concluímos assim que, as vertentes do castelo de Leiria estão em plena erosão, podendo ocorrer movimento de blocos na vertente sul que poderão causar problemas na área adjacente ao castelo.

Agradecemos ao Professor Doutor Pedro Dinis por nos ter dado sugestões e pela sua disponibilidade, ao Prof. António Marco Pedrosa pela fotos, ao Prof. Jorge Miguel Guilherme por nos ter orientado e ao Prof. Luís Lacerda por nos ter ajudado a elaborar o corte geológico simplificado.

Bibliografia:

Teixeira,C. e Zbyszewski,G.; (1968). Notícia explicativa da carta geológica da folha nº 23C – Leiria. Serviços Geológicos de Portugal.

Comments
3 Responses to “Meteorização do dolerito do castelo de Leiria: implicações na cidade”
  1. Raphael diz:

    Boa tarde, o meu nome é Raphael Nunes, sou um aluno do 11º ano de Biologia e Geologia da E.S. Francisco Rodrigues Lobo. Colaboro temporariamente com colegas para a realização de um elaborado trabalho sobre as zonas de risco geológico em Leiria.

    Desde já agradeço o enorme interesse que me despertou quando realizou o artigo sobre a meteorização do dolerito do castelo de Leiria. Este mesmo possibilitou-nos uma maior preocupação com a situação geomorfológica da região. É com grande expectativa que esperamos que nos permita ceder uma pequena entrevista sobre este mesmo tema.
    Obrigado pela atenção.

    P.S: aqui deixo o meu contacto – raphael.plug@hotmail.com

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] Guilherme, J.; Ferreira, S.; Santos, R. (2010). Meteorização do dolerito do castelo de Leiria: imp… Instituto Educativo do […]

  2. […] J.; Ferreira, S.; Santos, R. (2010). Meteorização do dolerito do castelo de Leiria: implicações na cidade.Instituto Educativo do Juncal. […]



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: